Por Carvalho Cumbi 


O espaço cívico moçambicano é o resultado de um longo percurso feito de uma forma não linear nem simples, mas sim de avanços e retrocessos, sobretudo como prática produzida e produtora da sociedade. Evidentemente, a forma como este espaço vai se legitimar e se afirmar na sociedade moçambicana será o produto da sua interação com esta sociedade, sendo por isso o seu reflexo. 

Este artigo da JOINT sugere que para perceber melhor as diferentes interações entre os atores da  sociedade civil em Moçambique é preciso articular a reflexão ao redor de duas temáticas principais. A primeira é uma visita ao passado do país para abordar a construção do espaço cívico e sua história política. A segunda é o percurso do espaço cívico moçambicano a través do exercício da liberdade de associação, reunião e manifestação, e expressão. O objetivo é tentar de compreender as diferentes tensões e mutações que conhece o espaço cívico em Moçambique assim como os principais fatores que condicionam o pleno exercício das liberdades cívicas. 


Leia o artigo completo aqui.