Por Pierre Konlani


Na quinta-feira 28 de novembro de 2019, a Federação das Organizações Não Governamentais do Togo (FONGTO) procedeu à divulgação do seu novo plano estratégico 2019-2023, alinhado com o Plano Nacional de Desenvolvimento e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Isso aconteceu durante um evento que marcava igualmente os seus 43 anos de existência. Além da apropriação desse plano estratégico pelos parceiros no desenvolvimento, o encontro possibilitou rever todas as atividades que marcaram os 43 anos da FONGTO, mas, sobretudo, aquelas que serão conduzidas ao longo dos próximos cinco anos e estão contidas no seu novo plano estratégico.

Elaborado com o espírito de fortalecer a eficácia das organizações da sociedade civil, o plano estratégico 2019-2023 se resume em três programas: construção de parcerias diversificadas e estratégias de influência de políticas públicas; profissionalização e visibilidade dos membros da FONGTO; fortalecimento da governança do gerenciamento institucional e melhoria da participação dos membros na vida associativa. Ele consiste em sete projetos, a saber: construção de parcerias e alianças estratégicas diversificadas; influência de políticas públicas nacionais e internacionais; profissionalização dos membros OSCs em suas áreas de especialização; aumento da visibilidade das ações dos membros; melhoria da participação e envolvimento dos membros na governança; intensificação do dispositivo operacional de monitoramento/avaliação e comunicação; aumento de recursos humanos, financeiros e técnicos.

Esses programas e projetos foram construídos em torno da visão de desenvolvimento da FONGTO, que é: "Até 2023, a FONGTO será uma organização central representativa e uma força de proposta que reúne as energias de seus membros e oferece uma estrutura de profissionalismo às ONGs e aos movimentos associativos pela qualidade de seus serviços para um desenvolvimento sustentável". 

Uma das ações emblemáticas previstas nesse plano é a rotulagem das OSC togolesas para as apoiar na eficácia das suas ações, no cumprimento dos 8 princípios de Istambul e para maior credibilidade. 

Outra ação é a constituição de comissões temáticas com o objetivo de reunir os recursos das ONGs integrantes da FONGTO que atuam nas mesmas áreas. Nessa última ação, temos o apoio de Forus para atingir esse fim. 

O plano estratégico desenvolvido está em coerência com os efeitos esperados do eixo 3 do Plano de Desenvolvimento Nacional (PND) do Togo.