As cookies ajudam-nos a oferecer os nossos serviços. Ao utilizar os nossos serviços, aceita o uso de cookies.
Uma nova abordagem ao Financiamento para o Desenvolvimento Sustentável

Os impactos cumulativos das crises internacionais convergentes, incluindo a pandemia de saúde do coronavírus, a aceleração das crises climáticas e de biodiversidade, contribuíram para um contexto macroeconómico global extremamente desafiante, havendo agora uma forte possibilidade de um abrandamento acentuado prolongado da actividade económica global.

Embora todos os países sejam frágeis face à pandemia, o seu impacto não será igual em todo o lado. As suas consequências para os países em desenvolvimento são provavelmente mais duras e a longo prazo. É provável que a gestão da crise seja particularmente difícil para países com espaço fiscal limitado e fraca protecção social. No seu conjunto, estes efeitos já estão a agravar as vulnerabilidades financeiras e da dívida existentes.

Os impactos económicos prejudiciais da pandemia da COVID agravaram o já lento progresso global no sentido da redução da pobreza nos últimos anos. A crise humanitária e económica desencadeada pela pandemia está a ameaçar o bem-estar de milhares de milhões de pessoas e corre o risco de fazer descarrilar os esforços globais para alcançar os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável e para responder à emergência climática acelerada.

Como resultado, e em colaboração com os seus membros e parceiros, o Forus está a trabalhar para dar forma a um paradigma económico diferente que respeite as pessoas e o planeta. Estamos a trabalhar em prol de um novo modelo mais sustentável de financiamento internacional para o desenvolvimento, que se baseia nos acordos internacionais FfD de Monterrey, Doha e Adis Abeba. O nosso documento de defesa do FfD "Grandes Mudanças Necessárias" apela igualmente ao desenvolvimento de um novo sistema de governação económica global que promova a igualdade, e responsabilidades comuns mas diferenciadas entre países para os bens comuns globais.

FiC Declaração conjunta de OSC